Estreia da biometria para o estádio inteiro justamente no Atletiba é coincidência



O Atlético-PR vai, pela primeira vez, operar com o sistema de biometria em toda a Arena da Baixada justamente no clássico contra o Coritiba, domingo. Mas o presidente Luiz Salim Emed, garante que não foi algo planejado para “casar” com o jogo só pela rivalidade. “Foi uma coincidência fazer no clássico. Mas, sendo o primeiro, é um desafio maior. Se conseguirmos ir bem nesse, já nos credencia para os próximos”, analisou o dirigente.

Para comportar o aumento de demanda, o Atlético-PR “turbinou” alguns pontos. “Aumentamos os acessos e o número de catracas”, disse Salim, que emendou: “Tem pessoas com dificuldade por causa da perda da impressão digital. Preparamos alternativa, que é acesso via smart card. Juntando o cartão com a digital fica até mais rápido”.



MaisRecentes

‘Rainbow Six Pro League’, no Rio de Janeiro, neste fim de semana, terá premiação milionária



Continue Lendo

Superintendente garante que não há obstáculos para construir no campo do Everest



Continue Lendo

Detalhe técnico pode impossibilitar obra no campo do clube Everest



Continue Lendo