Estreia da biometria para o estádio inteiro justamente no Atletiba é coincidência



O Atlético-PR vai, pela primeira vez, operar com o sistema de biometria em toda a Arena da Baixada justamente no clássico contra o Coritiba, domingo. Mas o presidente Luiz Salim Emed, garante que não foi algo planejado para “casar” com o jogo só pela rivalidade. “Foi uma coincidência fazer no clássico. Mas, sendo o primeiro, é um desafio maior. Se conseguirmos ir bem nesse, já nos credencia para os próximos”, analisou o dirigente.

Para comportar o aumento de demanda, o Atlético-PR “turbinou” alguns pontos. “Aumentamos os acessos e o número de catracas”, disse Salim, que emendou: “Tem pessoas com dificuldade por causa da perda da impressão digital. Preparamos alternativa, que é acesso via smart card. Juntando o cartão com a digital fica até mais rápido”.



MaisRecentes

‘Agressividade’ de Mattos no mercado rende brincadeiras nos bastidores



Continue Lendo

CBF planeja Seleção de Masters para 2018: projeto social e de imagem



Continue Lendo

CBF ‘absolve’ árbitro que não viu confusão Vizeu x Rhodolfo, mas STJD vai analisar



Continue Lendo