Seleção em solo gaúcho é cereja do bolo em ‘acordo de paz’ com Del Nero



Novelletto

O jogo da Seleção Brasileira em Porto Alegre foi a coroação de um acordo de paz entre o presidente da Federação Gaúcha, Francisco Novelletto, e o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero. Novelletto já foi um dos “rebeldes” que se insurgiram quando Del Nero ascendeu ao cargo de vice e José Maria Marin assumiu a CBF, mas agora tem adotado postura mais republicana, dando apoio. A coluna apurou que o dirigente gaúcho não vê mais clima para oposição, por considerar que a administração da CBF vai bem.

Novelleto vê que clubes estão recebendo apoio nunca visto, sobretudo nas Séries C e D. Mas a aproximação vai além. A visão já está na eleição presidencial da CBF em 2018. Del Nero deve ser candidato único, mas, conforme o novo estatuto da entidade prevê, o número de vices sai de cinco para oito. E Novelletto está de olho em uma das cadeiras. A região Sul já vive em um hiato desde a morte do catarinense Delfim Peixoto após a queda do avião da Chapecoense. A disputa pela representação na região seria com Hélio Cury, paranaense que também já bateu de frente com Del Nero, mas tem andado mais “calmo”.

Del Nero chegou na terça-feira em Porto Alegre e foi recebido por Novelletto. Houve uma visita à Federação Gaúcha e uma passada, bem longe dos holofotes, pelo hotel em que a Seleção ficou hospedada. O presidente da CBF ficou em hotel diferente do da delegação.



MaisRecentes

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo

Botafogo deixa a Libertadores com R$ 13,4 milhões pela participação



Continue Lendo