Grêmio admite vantagem por descansar mais que o Botafogo antes da Libertadores



O Botafogo bate o pé porque o Grêmio ganhou mais um dia de descanso para o confronto pela Libertadores, vantagem reconhecida pelo presidente gremista, Romildo Bolzan. “É um dia a mais, mas não foi por situação provocada por nós. Recebi o ofício. Não houve atestado de segurança”, disse Bolzan, relatando ainda que conversou em Porto Alegre com o diretor de competições da CBF, Manoel Flores.

A antecipação em um dia do Vasco x Grêmio pelo Brasileirão, que gerou mobilização coordenada das diretorias vascaína e botafoguense contra a CBF, foi motivada por um ofício que a Polícia Militar enviou à entidade, via Ferj. A PM disse que, pelo fato de Botafogo x Flamengo estar marcado para o mesmo dia 10 de setembro em que o Cruz-Maltino receberia o time gaúcho, não haveria condições de garantir a segurança, mesmo com o jogo do Vasco sendo com portões fechados.

Alterar o clássico entre Botafogo e Flamengo ficou totalmente fora de questão, já que o Rubro-Negro joga na quinta anterior pela final da Copa do Brasil. Sobre o Vasco x Grêmio, a Ferj pediu ontem mesmo que o confronto fosse confirmado em São Januário, desinterditado.



MaisRecentes

Conselheiros do Vasco podem pedir exclusão de Julio Brant após atrito com Campello



Continue Lendo

Goleiro Renan surge como nome para o São Paulo em 2019



Continue Lendo

Valorizado, Zé Ricardo pode deixar o Botafogo em 2019



Continue Lendo