Copa América-2019: Mês será de contratações para organização



Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol (Foto: Divulgação)

Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol (Foto: Divulgação)

Nos dois dias de reuniões sobre a Copa América-2019, das quais participaram dirigentes da Conmebol e da CBF, semana passada, ficou acertado que a entidade brasileira terá um mês para preencher os nomes que farão parte do organograma do comitê organizador da disputa. Foram definidos os cargos mínimos para que o projeto avance (isso pode aumentar de acordo com o orçamento da competição). Os escolhidos pela CBF precisarão ser aprovados na próxima reunião do Conselho da Conmebol, em 27 de setembro.

A entidade sul-americana precisará aprovar também o modelo jurídico que será adotado para oficialização do comitê como empresa. Há um debate sobre a possibilidade de que a Conmebol seja sócia ou a própria CBF. Outra alternativa é gerar uma empresa que funcione como terceirizada. Mas já se sabe que o modelo de Comitê Organizador Local usado pela Fifa para as Copas do Mundo está descartado.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo