Copa América-2019: Mês será de contratações para organização



Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol (Foto: Divulgação)

Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol (Foto: Divulgação)

Nos dois dias de reuniões sobre a Copa América-2019, das quais participaram dirigentes da Conmebol e da CBF, semana passada, ficou acertado que a entidade brasileira terá um mês para preencher os nomes que farão parte do organograma do comitê organizador da disputa. Foram definidos os cargos mínimos para que o projeto avance (isso pode aumentar de acordo com o orçamento da competição). Os escolhidos pela CBF precisarão ser aprovados na próxima reunião do Conselho da Conmebol, em 27 de setembro.

A entidade sul-americana precisará aprovar também o modelo jurídico que será adotado para oficialização do comitê como empresa. Há um debate sobre a possibilidade de que a Conmebol seja sócia ou a própria CBF. Outra alternativa é gerar uma empresa que funcione como terceirizada. Mas já se sabe que o modelo de Comitê Organizador Local usado pela Fifa para as Copas do Mundo está descartado.



MaisRecentes

Diretor da Chape compara permanência na Série A a título da Champions League



Continue Lendo

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo