ABEX repudia ameaças a Alexandre Mattos: ‘Executivos não são meros contratadores’



Alexandre Mattos ao lado de Mauricio Galiotte (Foto: César Greco/Palmeiras)

Alexandre Mattos ao lado de Mauricio Galiotte (Foto: César Greco/Palmeiras)

A Associação Brasileira de Executivos de Futebol (Abex) formulou uma nota na qual repudia as ameaças de morte sofridas pelo diretor executivo de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos. A organização citou que Mattos tem “total respaldo e resguarda, pois sempre de forma digna e competente fez gestão de alto nível em toda a sua carreira. Ameaças refletem uma ação vândala e destrutiva e nossa Associação jamais tolerará iniciativas assim”.

No manifesto, a Abex, além de citar a falência da sociedade, aproveitou para criticar a visão de que os executivos são “meros contratadores”. “Nosso campo de atuação é infinitamente mais abrangente. Passa pelas definições estratégicas do departamento, pela gestão de profissionais, pela definição de modelo de gestão, pela estruturação dos setores, pelo estabelecimento de processos, pela gestão de captação, formação e transição das Categorias de Base, pelo desenvolvimento científico e tecnológico do Departamento e pelo gerenciamento dos processos mais relevantes do futebol”, posicionou-se a entidade.

A nota termina com a assertiva: “Se continuarem nos enxergando como meros contratadores, estaremos fazendo a roda girar como sempre se fez em nosso falido meio futebolístico brasileiro, que urgentemente súplica por um pouco mais de conteúdo”.



MaisRecentes

Contestado no São Paulo, Aguirre pode dar lugar a Rogério Ceni no fim da temporada



Continue Lendo

Oposição vai pedir que Diego Alves permaneça no Flamengo



Continue Lendo

Oposição se enfurece com Bandeira de Mello e pode pedir a sua exclusão do Flamengo



Continue Lendo