Posição da Procuradoria-Geral no STF impulsiona opositores à CND no Profut



Ministro do STF Alexandre de Moraes é o relator do caso (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Ministro do STF Alexandre de Moraes é o relator do caso (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Os advogados que atuam na ação movida no STF por PHS e Sindicato das Associações de Futebol (presidido por Mustafá Contursi) ganharam fôlego na tentativa de derrubar partes do Profut, sob alegação de inconstitucionalidade.

Semana passada, houve nova petição para que o STF suspenda a eficácia de pontos da Lei, entre elas a instituição como critério técnico das competições da obrigatoriedade da obtenção de Certidão Negativa de Débito.

Os advogados pegaram “impulso“ na manifestação da Procuradoria-Geral da República, em junho, que vai ao encontro da tese do PHS e do Sindicato.

A petição já foi remetida ao gabinete do ministro relator, que é Alexandre Moraes. Os advogados citam a urgência pela proximidade ao início dos Estaduais e pedem que seja até emitida uma decisão monocrática.



  • Wladimir_VERDAO

    Esse Mustafá!!!! Meu caro o Verdão é um exemplo. Sua imagem é associada ao clube, e este cara lutante para “flexibilizar”… Não tem que flexibilizar nada não, pois os clubes devem ter responsabilidades para com seus atletas, funcionarios e torcedores.

    • Fernando

      Bem, se os clubes devem ter responsabilidades, todas as outras empresas tambem tem. Por que só exigir dos clubes, e não das outras empresas?

  • Jeferson

    A pilantragem e politicagem estão enraizadas no Brasil de uma forma absurda.
    Nem mesmo o esporte consegue se safar,….

  • celia kruger

    MUSTAFÁ É O VERDADEIRO ESPÍRITO DE PORCO.

  • Borges Junior

    Só para deixar claro. O Palmeiras não aderiu ao PROFUT.

MaisRecentes

Orçamento de 2018 está sob análise dos conselhos do Flamengo



Continue Lendo

Placar das finanças: Corinthians batalha para fechar 2017 perto do ‘0 a 0’



Continue Lendo

Curso de treinador sem chancela de Conmebol e Fifa liga sinal de alerta



Continue Lendo