Flamengo passará dos R$ 600 milhões em receitas, diz presidente



O Flamengo caminha para ser o clube de maior receita do futebol brasileiro pelo quarto ano consecutivo. Segundo o presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, o faturamento nesta temporada passará dos R$ 600 milhões, um crescimento considerável em relação aos R$ 510 milhões de 2016 (cerca de 18%). A projeção do dirigente ocorreu durante participação no Congresso de Gestão do Futebol (Congrefut), realizado na FEA-USP, em São Paulo.

Neste ano, destaca-se no aumento das receitas do Flamengo a venda do jovem atacante Vinícius Júnior para o Real Madrid, que rendeu aos cofres do clube cerca de R$ 164 milhões – na temporada passada foram apenas R$ 3 milhões. Por outro lado, os valores recebidos em 2017 com direitos de TV serão menores que os de 2016 já que no ano passado o Flamengo recebeu mais de R$ 100 milhões de luvas pelo acordo com a Globo.

Com a alta nas receitas, o clube também projeta reduzir boa parte de sua dívida total, que ao fim da temporada passada era de R$ 427 milhões. Segundo Bandeira de Mello, o valor deve cair para cerca de R$ 340 milhões. “O fantasma da dívida do Flamengo está deixando de existir”, comentou o dirigente no evento, ao lembrar que o rombo financeiro era de R$ 750 milhões quando assumiu o clube, em dezembro de 2012.



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo