Celso de Mello será o relator de inquérito contra Del Nero, Ricardo Teixeira e Marin



O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, será o relator das investigações que apuram irregularidades nas atividades da CBF que podem incriminar o atual presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, o ex-mandatários Ricardo Teixeira e José Maria Marin, e mais quatro dirigentes e empresários ligados à Confederação.

O inquérito aberto na 5ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro teve como base o relatório paralelo apresentado pelos senadores Romário (Podemos-RJ) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) na CPI do Futebol, que investigou as atividades da CBF e do Comitê Organizador Local da Copa (COL).

O caso chegou ao STF na última segunda-feira, dia 31, e as investigações vão apurar crimes contra a ordem tributária, contra o sistema financeiro nacional, formação de quadrilha, estelionato, falsidade ideológica e eleitoral, e lavagem de dinheiro.

Além de Del Nero, Teixeira e Marin, também são investigados o deputado federal e vice-presidente da CBF, Marcus Vicente (PP-ES), o ex-presidente da Federação Alagoana de Futebol e vice da CBF, Gustavo Feijó, o ex-diretor financeiro da entidade, Antônio Osório Lopes da Costa, o advogado e ex-diretor jurídico da CBF, Carlos Eugênio Lopes, e os empresários José Hawilla e Kleber Leite.



MaisRecentes

Ana Paula Oliveira vê árbitro de vídeo como ajuda e confia em bom treinamento



Continue Lendo

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo