Erros capitais em impedimentos crescem nas últimas rodadas da Série A



impedimento jo

O erro na marcação de um impedimento, anulando um gol legal do Corinthians sobre o Flamengo, não é um fato isolado na atuação da arbitragem nas rodadas mais recentes do Brasileirão. Se eram minoria na primeira parte da Série A, os equívocos capitais em lances de impedimento – tanto gerando gols ilegais quanto anulando legítimos – estão crescendo na proporção de um por rodada.

Na 17ª rodada, por exemplo, além do gol de Jô, um gol do Atlético-MG sobre o Coritiba também foi anulado equivocadamente, com o assistente “inventando” irregularidade de Adilson.

A curva dos erros capitais em lances de impedimento – segundo as análises feitas pela própria comissão de arbitragem da CBF – começou a subir a partir da 13ª rodada, com um gol irregular do São Paulo. A partir de então, teve um gol na 14ª a favor do Botafogo, contra o Sport, em posição irregular e, na 16ª rodada, foi a vez do Atlético-GO se dar bem, com um gol com impedimento, diante do próprio time carioca.

Ou seja, nas últimas cinco rodadas, cinco equívocos anulando ou validando gols de forma indevida. Antes desse “boom”, só o Corinthians tinha sido prejudicado em jogada semelhante, na 8ª rodada, diante do Coritiba. Jô também foi a “vítima” de uma marcação errada de impedimento.



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo