Quatro cidades disputam final única da Libertadores: Rio, SP, Lima e Miami



Um dos principais projetos do presidente Conmebol, Alejandro Dominguez, é adotar na Libertadores o mesmo sistema da Liga dos Campeões com decisão do torneio sendo disputado em jogo único. A iniciativa pode ser adotada já na edição de 2018 da competição e quatro cidades já apresentaram interesse em sediar a partida, duas delas brasileiras: Rio de Janeiro, São Paulo, Lima (PER) e Miami (EUA).

Quem aponta é o presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Reinaldo Carneiro Bastos, que é membro do Comitê Executivo da Conmebol, que refuta a possibilidade da partida não gerar o mesmo interesse entre os torcedores que a final da maior competição de clubes da Europa.

– Quando se põe à venda uma final da Liga dos Campeões, ninguém sabe quais são os times que vão fazer a final. Mas se dá uma cota para os países envolvidos, contrata agências de turismo e a partida vira um negócio. E a ideia com a Libertadores é a mesma, é para ser vendido em todo lugar, inclusive nos Estados Unidos. Fazendo do jogo um produto, se vende 75%, 80% dos ingressos antes. E os que sobram são vendidos para os times que chegam à final, não há a possibilidade de ter o estádio vazio – comentou Bastos à coluna.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo