Clube gaúcho é investigado por impedir estudo de atletas da base



O Ministério Público do Trabalho (MPT) abriu um inquérito para apurar “lesão ao direito à educação” nas categorias de base do Esporte Clube Cruzeiro, equipe gaúcha que chegou às finais do Estadual neste ano. O processo apura descumprimento da Lei Pelé por “violar direitos sociais e individuais indisponíveis concernentes à relação do adolescente atleta com a entidade de prática desportiva formadora”.

Na portaria divulgada pelo MPT, as irregularidades estariam na exigência imposta aos jovens atletas de participar de “qualquer exercício físico e treinamento técnicos e táticos” além de atuar em “todos os jogos oficiais e amistosos para os quais for escalado, dentro e fora do país”.

Contatado, o clube não deu uma posição sobre o caso à coluna até esta publicação.



MaisRecentes

Zagueiro Felipe Santana, ex-Atlético-MG, pode ir para o futebol alemão



Continue Lendo

Investimento milionário na Granja Comary incomoda dirigentes de clubes da Série A



Continue Lendo

Cargos de vice-presidentes têm gerado desconforto entre grupos políticos no Vasco



Continue Lendo