Após denúncia, CBV pode ter recursos públicos fiscalizados



A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) pode ter suas atividades fiscalizadas por uma comissão formada por representantes do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Câmara dos Deputados. A proposta é do deputado André Figueiredo (PDT-CE) e está prevista para ser votada nesta semana na Comissão do Esporte, na Câmara.

O objetivo da fiscalização visa controlar o repasse de recursos públicos para a CBV por meio de convênios e também obter informações a respeito do contrato de patrocínio do Banco do Brasil com a entidade. Figueiredo justifica sua proposta citando irregularidades no uso dos recursos pela CBV divulgadas pela ESPN Brasil e que “necessária se faz a apuração de todas essas denúncias”.



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo