Após denúncia, CBV pode ter recursos públicos fiscalizados



A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) pode ter suas atividades fiscalizadas por uma comissão formada por representantes do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Câmara dos Deputados. A proposta é do deputado André Figueiredo (PDT-CE) e está prevista para ser votada nesta semana na Comissão do Esporte, na Câmara.

O objetivo da fiscalização visa controlar o repasse de recursos públicos para a CBV por meio de convênios e também obter informações a respeito do contrato de patrocínio do Banco do Brasil com a entidade. Figueiredo justifica sua proposta citando irregularidades no uso dos recursos pela CBV divulgadas pela ESPN Brasil e que “necessária se faz a apuração de todas essas denúncias”.



MaisRecentes

Campanha ajuda Fortaleza a trazer de volta atacante Osvaldo



Continue Lendo

Ferj se surpreende com informalidade da prefeitura do Rio de Janeiro



Continue Lendo

Elenco do Palmeiras pede por Deyverson, Felipão dá chance, mas diretoria quer negociá-lo



Continue Lendo