Avanço da Copa América-2019 depende de ‘desenrolo’ da Conmebol com a Globo



O avanço na montagem da equipe que vai atuar no Comitê Organizador da Copa América-2019 só acontecerá à medida em que a Conmebol consiga resolver um certo impasse com a Globo a respeito dos direitos de TV da competição. A Conmebol contava com uma arrecadação substancial com a venda dos direitos, mas a gestão atual foi “surpreendida” com a notificação da emissora sobre a existência do contrato assinado na era Nicolás Leoz, cuja cópia não existia mais na sede em Assunção.

A questão dos direitos de transmissão é relevante porque impacta de forma significativa nas receitas da competição, no orçamento para gastar e no montante que as seleções participantes vão receber. Mas já se sabe que o comando do Comitê Organizador será de Rogério Caboclo, diretor executivo de gestão da CBF. Ricardo Trade, que foi CEO do COL da Copa-2014 e também é CEO da Confederação Brasileira de Vôlei, também foi chamado para participar.



MaisRecentes

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo

Fernanda Colombo deixa a arbitragem, lança livro e quer ser comentarista



Continue Lendo

Audiência pública promete pressionar políticos contra MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo