CBF engatilha nova reunião com a Fifa para tentar liberar verba do legado da Copa



A CBF engatilhou para o final do mês uma reunião com a secretária-geral da Fifa, Fatma Samoura, para discutir, enfim, a liberação da verba do legado da Copa de 2014 (US$ 100 milhões, bruto), que foi bloqueada após o envolvimento do nome do presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, no Fifa Gate. Del Nero não é réu, mas teve o nome citado pela Justiça dos Estados Unidos como um dos cartolas que teriam recebido suborno.

A reunião com Samoura, que estava na Rússia, será em Zurique e terá a participação, por exemplo, do secretário-geral Walter Feldman. A data exata ainda será confirmada (mas já sabe-se que será após o dia 27).

Uma ideia para desbloquear os projetos de construção dos centros de treinamento nas capitais que não receberam jogos da Copa é fazer com que o dinheiro não passe pela CBF. Que seja a Fifa a signatária dos acordos. Muitos terrenos para compra já estão engatilhados.

Fatma tem tratado pessoalmente dos assuntos do legado. Funcionários da época da gestão Joseph Blatter que tratavam do assunto não estão mais na Fifa, como o holandês Gregory Engelbrecht.



MaisRecentes

Diretor da Chape compara permanência na Série A a título da Champions League



Continue Lendo

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo