‘Impressionante a cara de pau do Ricardo Teixeira’, diz Romário após frase do ex-presidente da CBF



A frase do ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira de que o Brasil é o país mais seguro do mundo, dita em entrevista ao jornal “Folha de São Paulo”, deixou o ex-jogador e senador Romário indignado. Em sua página na rede social, o Baixinho afirmou que é “impressionante a cara de pau” do dirigente, que aparece como investigado em relatório da Fifa pelo recebimento de propina para ajudar a eleger o Catar como sede da Copa-2022.

Em seu texto, Romário ainda lembra que Teixeira também é acusado pelo Ministério da Justiça da Espanha e pelo FBI, no EUA, por receber propina para a venda de direitos dos jogos da Seleção Brasileira, e ainda diz que “esse crápula ainda tem razão” por falar abertamente sobre a impunidade que há no país com pessoas que já estariam presas em outros países.

O senador presidiu a CPI do Futebol que investigou irregularidades na CBF e no Comitê Organizador Local da Copa-2014 onde apresentou um relatório independente em que pede o indiciamento de seis dirigentes, entre eles Ricardo Teixeira.

Leia abaixo o texto publicado por Romário.

Impressionante a cara de pau do Ricardo Teixeira!

Depois de ser acusado pelo Ministério da Justiça da Espanha e pelo FBI, nos Estados Unidos, de receber propina para a venda de direitos da Seleção Brasileira, o ex-presidente da CBF agora está sendo investigado por receber mais propina para ajudar a eleger o Qatar como sede da Copa do Mundo de 2022. Ele se defende dizendo que acusações feitas no exterior não são crimes aqui.

Com medo de ser preso fora, ele chegou a declarar que não há país mais seguro para estar do que o Brasil. Tá de brincadeira, né?! O que me deixa ainda mais triste é que esse crápula ainda tem razão. O Brasil é mesmo o país da impunidade e seguro para pessoas como ele. Lamentável!



MaisRecentes

Conselheiros do Palmeiras cobram diretor de futebol Alexandre Mattos



Continue Lendo

No Dia do Professor, COB abre inscrições para curso de iniciação esportiva



Continue Lendo

Mau desempenho do time afeta Maurício Galiotte no comando do Palmeiras



Continue Lendo