CBF vê Globo sem ‘adversário’ por jogos da Seleção e mantém boa relação



O fato de os dois últimos amistosos da Seleção Brasileira não terem sido transmitidos pela Globo não gerou um abalo na relação com a CBF. Prova disse é que diretores da emissora tiveram semana passada uma amistosa reunião com a cúpula da entidade. E ainda há marcado para esta segunda-feira uma espécie de seminário no qual a CBF apresentará aos executivos da Globo mudanças na governança da entidade, como reforma do estatuto. A CBF já fez algo semelhante quando reuniu todos os patrocinadores para um encontro.

Em relação ao processo de concorrência para os jogos da Seleção Brasileira na TV aberta, a CBF sabe que a Globo praticamente não tem adversário, mas o bid para a venda dos jogos precisa ser feita para cumprir norma colocada na atualização mais recente do estatuto da entidade.

A Globo mantém o interesse nos jogos do Brasil, mesmo após a negociação pela venda avulsa dos amistosos contra Argentina e Austrália não ter dado certo com a emissora. A CBF já definiu quando iniciará a negociação pelos direitos de transmissão até 2022.



  • Bira Fogão

    É o monopólio da comunicação.
    Assim como ” a Friboi “, essa empresa Globo também se valeu do dinheirinho fácil do BNDES. Também vive às expensas do poder público.

MaisRecentes

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo

Na Seleção, preferência para sorteio da Copa é estrear mais tarde



Continue Lendo