Timemania tem queda de 35% na arrecadação em dois anos



Segunda maior loteria do país, a Timemania teve uma queda em sua arrecadação total de 35% nos últimos dois anos. Em 2014, o total atingiu R$ 425 milhões, o maior valor já obtido desde a sua criação, em 2007. Desde então, a arrecadação caiu para R$ 338 milhões em 2015 e atingiu R$ 276 milhões no ano passado.

Do total arrecadado, 22% do montante é repassado aos 98 clubes que integram a loteria esportiva. Dessa forma, o valor distribuído entre os participantes passou de R$ 93,5 milhões, em 2014, para R$ 60,7 milhões no ano passado. Dessa quantia, os clubes da Série A ficam com 65% do total, o que correspondeu a R$ 39,5 milhões na temporada passada.

Nesta semana, a Timemania foi tema de debate na Câmara dos Deputados por não ter em sua regulamentação uma norma que atualize os clubes participantes da loteria esportiva. Por conta desse equívoco, ainda fazer parte times que já fecharam as portas como é o caso do União São João de Araras, enquanto que mantém de fora equipes que se desenvolveram nos últimos anos, como a Chapecoense. Um Projeto de Lei foi apresentado pelo deputado federal Fábio Mitidieri (PSD-SE) para atualizar os clubes participantes a cada 5 anos.



MaisRecentes

Vasco sofre mais uma derrota em ação movida pelo Espetto Carioca



Continue Lendo

Gestão de associação coloca clubes de Santa Catarina na vanguarda do futebol



Continue Lendo

Internet e canais de filmes podem transmitir jogos do Brasileirão a partir de 2019



Continue Lendo