No STJD, desfecho do carrinho de Fagner pode ajudar santista Copete



Um possível envio de notícia de infração ao STJD, como planeja o Cruzeiro, não significa automaticamente que o atacante Copete, do Santos, será denunciado pelo carrinho que tirou De Arrascaeta dos gramados por dois meses.

Há uma certa resistência na procuradoria em protocolar a denúncia, já que o árbitro viu o lance e interpretou que era para cartão amarelo. Além disso, o Pleno do Tribunal criou uma jurisprudência no ano passado de absolver o autor do carrinho, na entrada de Fagner, do Corinthians, em Ederson, do Flamengo.

Mas essa posição não é definitiva. Há uma equipe de procuradores analisando o caso.



MaisRecentes

CBF deve se reunir com clubes para falar de manifestações políticas



Continue Lendo

Pretenso patrocinador do Vasco já foi punido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM)



Continue Lendo

Mesmo com prêmio milionário, caso conquiste a Copa do Brasil, Cruzeiro deve fechar o ano no vermelho



Continue Lendo