Romário enviará relatório da CPI do Futebol ao Ministério Público da Espanha



O senador e ex-jogador Romário (PSB-RJ) enviará o relatório da CPI do Futebol para procuradores do Ministério Público da Espanha após o desdobramento de investigação que prendeu o ex-presidente do Barcelona e da Nike no Brasil, Sandro Rosell, e apontou o ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira como parte do esquema que desviou cerca de R$ 30 milhões da Seleção Brasileira.

Romário presidiu a CPI do Futebol no Senado e divulgou, no final de 2016, um relatório paralelo ao do senador Romero Jucá (PMDB-RR), cujo conteúdo fez apenas recomendações de melhora na estrutura do futebol brasileiro. Já o relatório de Romário pede o indiciamento de oito dirigentes e empresários ligados ao futebol, entre eles os ex-presidentes da CBF, Ricardo Teixeira e José Maria Maria, e o atual mandatário da entidade Marco Polo Del Nero.



MaisRecentes

Na situação, também há simpatia por união geral e candidato único no Flamengo



Continue Lendo

Grêmio tem reunião nesta sexta na Conmebol: arbitragem em pauta



Continue Lendo

Orçamento de 2018 está sob análise dos conselhos do Flamengo



Continue Lendo