Sindicato usa R$ 3 milhões do direito de arena de atletas para bancar atividades



O Sindicato de Atletas Profissionais de São Paulo (Sapesp) conta com o dinheiro do direito de arena que deveria ser repassado a jogadores para bancar suas atividades em 2017. Segundo proposta orçamentária da entidade aprovada para este ano, do total de R$ 6,4 milhões em receitas previstas, R$ 3 milhões (47% do total) tem como origem “Direito de Arena”, conforme descrito no documento. A segunda maior fonte de receita é “Renda sem Aplicações Financeiras” com R$ 1,5 milhão.

Ainda de acordo com o orçamento do Sapesp para 2017, a previsão de despesas prevê mais de R$ 1 milhão com “Pessoal e Encargos Trabalhistas e Sociais”. Outro R$ 1,1 milhão refere-se apenas a “Representação”.

Questionado sobre orçamento da entidade para este ano, o presidente do Sindicato, Rinaldo Martorelli, afirmou apenas que “essas questões são demonstradas pelo contador e discutidos em assembleia”.



MaisRecentes

Orçamento de 2018 está sob análise dos conselhos do Flamengo



Continue Lendo

Placar das finanças: Corinthians batalha para fechar 2017 perto do ‘0 a 0’



Continue Lendo

Curso de treinador sem chancela de Conmebol e Fifa liga sinal de alerta



Continue Lendo