Sindicato cria norma para repassar direito de arena a atletas em até 5 anos



O Sindicato de Atletas Profissionais de São Paulo (Sapesp) criou uma norma que prescreve em até 5 anos o prazo para os jogadores de futebol retirarem valores referentes ao direito de arena pagos pelas emissoras pelos direitos de transmissão. Na avaliação de especialistas da área jurídica, entretanto, a regra viola a Constituição Federal por não estabelecer prazo para a solicitação de um direito “personalíssimo”. Além disso, a entidade teria a responsabilidade de procurar o atleta para fazer o pagamento de seu direito.

A norma foi criada em Assembleia Geral realizada em novembro de 2016. A reunião, entretanto, não ocorreu na sede do Sindicato mas sim no A.E. Mooquem, clube que a entidade mantém na capital paulista para ser utilizado por atletas que estão sem clube.

Questionado sobre o assunto, o presidente do Sapesp, Rinaldo Martorelli, afirmou que a regra visa “evitar intermediação que prejudique os atletas”.



MaisRecentes

Futebol americano: NFL e Microsoft ampliam parceria de atuação digital



Continue Lendo

Delta torna-se o primeiro parceiro da Olimpíada de Los Angeles-2028



Continue Lendo