Agência irá recorrer de decisão que tirou campanha do Flamengo do ar



Agência de publicidade do Flamengo, a NBS irá recorrer da decisão do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) que suspendeu a campanha “Isto aqui é Flamengo” por incitar a violência (leia mais aqui). Em nota enviada à coluna, a empresa diz “discordar frontalmente” da recomendação do órgão e nega que o comercial tenha qualquer mensagem que incentive atos de violência.

Lançada em março para divulgar o programa de sócio-torcedor do Flamengo, a campanha visa mostrar a paixão dos Rubro-Negros pelo time mesclando imagens do título mundial de 1981 com outras que mostram o que seus torcedores são capazes de fazer pelo clube, como tatuar “Mengo” nos lábios ou as cores da camisa no corpo. Há também imagens de mãos segurando corações pulsando e com sangue escorrendo, e um torcedor que se banha com tinta vermelha.

Veja abaixo a nota da agência de publicidade sobre a decisão que tirou a campanha do Flamengo do ar.

O CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) votou pela suspensão do comercial “Isto aqui é Flamengo”, criado pela NBS para o Clube de Regatas do Flamengo, sob a alegação de que a peça incitaria a violência. A NBS e o Flamengo respeitam a decisão por acreditar na importância fundamental do CONAR, como entidade autorregulamentadora do negócio da comunicação. Porém, o nosso respeito ao CONAR não nos impede de discordar frontalmente desta recomendação.

O comercial não tem nada que incentive a violência. Porque ele é um libelo e uma exaltação ao amor profundo que os rubro-negros dedicam ao time mais querido do Brasil. Não há uma única menção a qualquer “adversário”. Até porque um clube que tem a maior torcida do mundo não precisa deste tipo de argumento. Se o CONAR suspendesse o filme por ele ser gritantemente autorreferente, exageradamente grandioso, tremendamente autocelebratório e profundamente orgulhoso de si mesmo, a gente entenderia. Porque, desculpem-nos CONAR e outras torcidas nacionais, é assim que são os rubro-negros. Mas como amor incomensurável e paixão inabalável não são motivos de suspensão de um comercial, somos obrigados a discordar da decisão do órgão.

O Flamengo é uma instituição gigante e consciente das suas responsabilidades, condizentes com a sua grandiosidade. Não só na sua comunicação, como em várias ações e atitudes de um clube cidadão, que jamais aprovaria e colocaria no ar qualquer conteúdo incitando a violência. Encerrando, enviamos saudações rubro-negras a todos e informamos que vamos recorrer da decisão, em clima pacífico e democrático, assim que formos intimados oficialmente, o que ainda não aconteceu.



MaisRecentes

No Dia do Professor, COB abre inscrições para curso de iniciação esportiva



Continue Lendo

Mau desempenho do time afeta Maurício Galiotte no comando do Palmeiras



Continue Lendo

Possibilidade de apoio de Euriquinho gera desconforto no grupo Sempre Vasco



Continue Lendo