Fenapaf avalia como positivo o protesto de jogadores na abertura do Brasileirão



Jean, do Palmeiras, usou faixa de protesto da Fenapaf (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

Jean, do Palmeiras, usou faixa de protesto da Fenapaf (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

A Fenapaf ficou satisfeita com a adesão e a projeção que teve a manifestação dos jogadores na rodada de abertura do Brasileirão. As equipes entraram com uma faixa no braço, como protesto conta alterações propostas para a Lei Pelé, que afetam as relações de trabalho dos atletas.

Segundo o acompanhamento da Federação dos Atletas, só quatro dos 40 times das Séries A e B não entraram em campo com a faixa azul no braço: Grêmio, Brasil de Pelotas, América-MG e Paraná. No caso do Coelho e do time paranaense, houve veto da diretoria. Sobre os dois gaúchos, a questão foi a existência de problemas logísticos.

A Fenapaf promete mais ações na temporada. A articulação tem acontecido essencialmente no Clube de Capitães, que já tem 97 membros.



MaisRecentes

Corte? Lucas Lima em pauta na reunião da comissão técnica da Seleção



Continue Lendo

Flamengo tem campanha de sócio-torcedor suspensa por órgão



Continue Lendo

Palmeiras e Chape levantam coro por transparência de tribunal em papo com a Conmebol



Continue Lendo