Confederação de Atletismo perde R$ 30 milhões no patrocínio da Caixa



A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) anuncia na próxima sexta-feira a renovação de seu patrocínio com a Caixa Econômica Federal. O contrato será até o fim dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Mas apesar da manutenção do vínculo, a entidade receberá um valor bem menor que no último ciclo olímpico, passando dos R$ 90 milhões para R$ 60 milhões, uma redução de mais de 33%.



MaisRecentes

Oposição se enfurece com Bandeira de Mello e pode pedir a sua exclusão do Flamengo



Continue Lendo

Luiz Felipe Scolari pode ter contrato estendido até 2022 e depois virar manager



Continue Lendo

CBF deve se reunir com clubes para falar de manifestações políticas



Continue Lendo