Confederação de Atletismo perde R$ 30 milhões no patrocínio da Caixa



A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) anuncia na próxima sexta-feira a renovação de seu patrocínio com a Caixa Econômica Federal. O contrato será até o fim dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Mas apesar da manutenção do vínculo, a entidade receberá um valor bem menor que no último ciclo olímpico, passando dos R$ 90 milhões para R$ 60 milhões, uma redução de mais de 33%.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo