Teste com árbitro de vídeo no Brasil terá supervisão in loco do IFAB




O experimento com árbitro de vídeo no primeiro jogo da final do Pernambucano será visto de perto por representantes do International Board e da Conmebol, que chegarão ao Recife no fim de semana. A Federação Pernambucana arcará com os custos da operação, que teve a contratação de uma produtora especificamente para o jogo, mas contará com a supervisão de outra empresa, credenciada pela Fifa para isso. Serão usadas nove câmeras.



  • Tião Mocotó

    Árbitro de vídeo só é mais um para estragar o jogo.
    Se o cara é ruim no campo também vai ser ruim para analisar lance no vídeo, ainda mais pressionado para decidir rápido.
    Pênalti é interpretação, não vai ser o vídeo que vai dizer se é pênalti ou não.
    E quem garante que o árbitro de vídeo não vai ser comprado? Ou decidir à favor do time dele? Ou contra o time que ele odeia?
    Se o impedimento escancarado do Guerrero no ano passado contra o Corinthians, na frente do bandeirinha, precisa de vídeo para ser marcado, então é melhor acabar de vez com o futebol.

    • Tião Mocotó

      O árbitro de vídeo teria marcado o pênalti claro no João Paulo do Guarani (que o árbitro não marcou) naquela final de Brasileiro contra o São Paulo em Campinas?

      Teria marcado pênalti para o Grêmio na cabeçada do Baltazar (que o árbitro não marcou) em que o Andrade salvou o gol com a mão naquela final de Brasileiro contra o Flamengo?

      Teria expulsado o Reinaldo do Atlético MG no início do primeiro tempo por uma falta normal no Zico e logo depois o Éder por outra falta normal naquela Libertadores (jogo mais roubado da história)? E ainda no primeiro tempo expulsado o Palhinha e Chicão? Com 34 min do 1º tempo o José Roberto Wright já tinha expulsado 4 do Atlético, sendo 3 injustamente (os melhores do time).

      Teria validado o gol impedido do Túlio do Botafogo (que o árbitro validou) naquela final de Brasileiro contra o Santos?

      Teria validado o gol legal do Zé Carlos do Cruzeiro (que o arbitro anulou) naquela final de Brasileiro contra o Vasco?

      Teria permitido ao Santos dar pontapés nos jogadores do Milan naquela final de Intercontinental no Maracanã, com o Pernambuquinho jogando dopado?

      O árbitro de vídeo teria anulado 2 gols legais do Corinthians e não marcado dois pênaltis claros para o Corinthians naquele jogo da Libertadores contra o Boca Juniors? (jogo mais roubado da história da Libertadores, depois de Flamengo X Atlético MG).

MaisRecentes

Conmebol anunciará veredito do Flamengo na segunda semana de janeiro



Continue Lendo

Presidência da Primeira Liga fica com o América-MG; vice é do Paraná



Continue Lendo

Botafogo recupera certificado de clube formador da CBF



Continue Lendo