Flamengo e Ferj ainda disputam dinheiro de jogos do Brasileiro



Foto: Úrsula Nery

Foto: Úrsula Nery

Flamengo e Ferj estão disputando R$ 328 mil. Essa quantia é referente a taxas cobradas pela Federação em jogos do Brasileirão-2016 realizados fora do estado do Rio de Janeiro. O Flamengo entende que o valor, discriminado no balanço da entidade como “outras contas a receber“, é cobrado indevidamente. Em cinco partidas (duas no Pacaembu e três no Mané Garrincha), a Ferj, alegando embasamento no Regulamento Geral de Competições, cobrou um total de 10% da renda bruta dos jogos.

O Flamengo, por sua vez, questiona a legalidade de metade desse percentual (5%). O clube levou o caso ao departamento jurídico da CBF, que ainda não concluiu análise. Os jogos em questão são contra Santa Cruz, Figueirense, Grêmio, Atlético-MG e São Paulo. O detalhe é que, nas partidas do Fla em Cariacica, no Espírito Santo (foram cinco), não houve cobrança de 10% e sim de 5%.

Em nota, a Ferj contestou o título anterior do post, dizendo que “não briga com o Flamengo. Apenas tem entendimento diverso em relação aos valores pendentes e aguarda uma oportunidade para um entendimento, com o envolvimento da CBF, obviamente”.



  • Antonio Jacimar Pedroni

    Todos querem mamar nas terá a do Flamengo !

  • Claudio

    ESSA FERJ É UMA VERGONHA!!..LARAPIOS!!..VAGABUNDOS!! VTNC!

  • João Ninguém

    Ferj: não faz porra nenhuma e ainda leva dinheiro.

  • Paulo Guedes

    Enquanto Botafogo e Vasco derem guarida aos desmandos da Ferj não há como moralizá-la ou, usando um termo em moda, modernizá-la.

  • Anderson Souza

    FERJ pagou o salario de algum jogador? Se ocorresse algum problema de força maior nestes eventos em questão a FERJ seria solidária ao CRF em 10% de alguma indenização pertinete? FERJ, a agiota do futebol brasileiro, 10% é taxa de agiotagem!

  • Carlos Henrique Hosken

    Bando de safados!!! Federação de M…!!!

MaisRecentes

Um Tite x Carille ajudará famílias das vítimas do acidente da Chapecoense



Continue Lendo

Na situação, também há simpatia por união geral e candidato único no Flamengo



Continue Lendo

Grêmio tem reunião nesta sexta na Conmebol: arbitragem em pauta



Continue Lendo