TCU nega recurso e mantém multa de R$ 20 mil a Coaracy Nunes



O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu manter a multa de R$ 20 mil ao ex-presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Coaracy Nunes. A punição foi divulgada em dezembro do ano passado e o dirigente recorreu da decisão no final de fevereiro. Além de Coaracy, o ex-diretor financeiro da entidade, Sérgio Alvarenga, também teve a multa mantida pelo TCU.

O relator do caso foi o ministro Vital do Rêgo também negou qualquer outra iniciativa dos dirigentes para reverter a decisão. Em seu despacho, aponta que “novos embargos de declaração opostos em caráter meramente protelatório contra a presente deliberação serão conhecidos como mera petição e não terão efeito suspensivo”.

Entre as irregularidades apontadas pelo TCU para aplicar a multa estão falhas na contratação de empresas, falta de recibos de contratos e autorização de despesas maiores que o permitido pelo COB.



  • Paulo Guedes

    Engraçado. Não vou entrar no mérito do caso pois desconheço detalhes. Mas o TCU (sic!) comporta-se, com a cumplicidade da sociedade, naquilo que não é: um tribunal. Emite sentenças como se tal fosse. Não passa de uma AUDITORIA e como tal emite pareceres, laudos. Para incriminar ou imputar entes, físicos ou jurídicos, deve SEMPRE representá-los ao Ministério Público e entrar na fila aguardando resultados.

MaisRecentes

Romário enviará relatório da CPI do Futebol ao Ministério Público da Espanha



Continue Lendo

Federação Paulista nomeia empresário como vice-presidente



Continue Lendo

Se não ficar no Vasco, prioridade de Nenê é negócio no exterior



Continue Lendo