Corinthians cria departamento para captar R$ 23 milhões até 2018



A captação de verba por meio da Lei de Incentivo ao Esporte e convênios com órgãos e entidades públicas passou a ser um dos focos do Corinthians a partir deste ano. Tanto que o clube acaba de criar um departamento, o de Projetos e Incentivos, para atuar apenas na obtenção de novas receitas para bancar projetos que abrangem várias áreas como futebol profissional e base, esportes olímpicos e amadores, estrutura e eventos.

A área já tem dado retorno e o Corinthians já tem aprovado sete projetos por meio da Lei de Incentivo federal, três pela Lei de Incentivo estadual, além de um convênio com a Confederação Brasileira de Clube (CBC). São quase R$ 21,7 milhões que o clube poderá captar em doações e patrocínios junto a iniciativa privada até o final de 2018, além d3 R$ 1,4 milhão relativo ao acordo com a CBC.

– Estamos criando uma página específica para divulgar os detalhes dos projetos que temos em andamento no clube nessa área de incentivos e convênios – afirmou Celso Batistucce, que será o responsável pelo novo departamento.

Veja abaixo a lista de projetos do Corinthians já aprovados pelos órgãos e seus respectivos valores.

Lei de Incentivo ao Esporte (Federal)
– Timão Rumo a Tóquio: R$ 2,4 milhões
– Vai Terrão: 2,8 milhões
– Primeiro Gol Fiel: R$ 2,2 milhões
– Mosqueteiras do Timão: R$ 2,9 milhões
– Futsal Timão: R$ 2,2 milhões
– Corinthians Eterno: R$ 2,2 milhões
– Aquáticos da Fiel: R$ 6,4 milhões

Lei de Incentivo ao Esporte (Estadual)
– Corinthians Grande: R$ 124,6 mil
– Copa Corinthians: R$ 214,3 mil
– Circuito Corinthians: R$ 279 mil

Confederação Brasileira de Clubes (CBC)
– Compra de Equipamentos: R$ 1,4 milhão

Total: R$ 23,1 milhões



MaisRecentes

Na torcida por Cristiano Ronaldo, atacante João Carlos estará no banco do Flu neste sábado



Continue Lendo

Bioquímico que defendeu Guerrero pede que processos não sejam “inquisição moderna”



Continue Lendo

Palmeiras pode receber proposta pelo lateral Victor Luis



Continue Lendo