Corinthians tem aprovado R$ 12 milhões para projetos que vão do terrão ao futsal



O Corinthians teve aprovado junto ao governo federal projetos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte que somam R$ 12,3 milhões para serem captados até o final de 2018. Foram cinco iniciativas aprovadas: “Vai Terrão”, no valor de R$ 2,8 milhões; “Primeiro Gol Fiel”, de R$ 2,2 milhões; “Mosqueteiras do Timão”, de R$ 2,9 milhões; “Futsal Timão”, de R$ 2,2 milhões; e “Corinthians Eterno”, R$ 2,2 milhões.

– Além de projetos subsidiados pelo clube e patrocinadores, passamos a ter um departamento de Projetos de Incentivo para buscar uma nova fonte de receita – afirmou Adílson Ferreira, diretor de Esportes Terrestres do Corinthians.

Responsável pelo futsal do clube, Ferreira explica que houve a necessidade de incluir a modalidade entre os projetos da Lei de Incentivo pois o futsal não foi contemplado pela verba repassada pela Confederação Brasileira de Clubes (CBC) por não ser uma modalidade olímpica.

A captação de receita por meio de programas do governo federal passou a ser uma alternativa para a diretoria do Corinthians neste ano, sendo que o primeiro projeto aprovado do clube foi em janeiro. Na ocasião, o Corinthians obteve a aprovação para captar até R$ 2,4 milhões distribuídos pela CBC para bancar o programa olímpico “Timão rumo a Tóquio” voltado aos Jogos Olímpicos de 2020.



MaisRecentes

Valorizado após a Copa do Mundo, Fágner tem proposta do Napoli-ITA



Continue Lendo

Fora de painel com ídolos em São Januário, Pedrinho deve entrar na próxima expansão



Continue Lendo

Neymar é o alvo do Real Madrid para o lugar de Cristiano Ronaldo, revela jornalista espanhol



Continue Lendo