Corinthians tem aprovado R$ 12 milhões para projetos que vão do terrão ao futsal



O Corinthians teve aprovado junto ao governo federal projetos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte que somam R$ 12,3 milhões para serem captados até o final de 2018. Foram cinco iniciativas aprovadas: “Vai Terrão”, no valor de R$ 2,8 milhões; “Primeiro Gol Fiel”, de R$ 2,2 milhões; “Mosqueteiras do Timão”, de R$ 2,9 milhões; “Futsal Timão”, de R$ 2,2 milhões; e “Corinthians Eterno”, R$ 2,2 milhões.

– Além de projetos subsidiados pelo clube e patrocinadores, passamos a ter um departamento de Projetos de Incentivo para buscar uma nova fonte de receita – afirmou Adílson Ferreira, diretor de Esportes Terrestres do Corinthians.

Responsável pelo futsal do clube, Ferreira explica que houve a necessidade de incluir a modalidade entre os projetos da Lei de Incentivo pois o futsal não foi contemplado pela verba repassada pela Confederação Brasileira de Clubes (CBC) por não ser uma modalidade olímpica.

A captação de receita por meio de programas do governo federal passou a ser uma alternativa para a diretoria do Corinthians neste ano, sendo que o primeiro projeto aprovado do clube foi em janeiro. Na ocasião, o Corinthians obteve a aprovação para captar até R$ 2,4 milhões distribuídos pela CBC para bancar o programa olímpico “Timão rumo a Tóquio” voltado aos Jogos Olímpicos de 2020.



MaisRecentes

Flamengo é o primeiro clube brasileiro a ultrapassar os 25 milhões em redes sociais



Continue Lendo

Torcedor do Flamengo tem problemas com mudança do local da final da Libertadores



Continue Lendo

Procura por voos para Lima, local da final da Libertadores, aumenta quase 3.000%



Continue Lendo