Tícket médio dos jogos do Brasileirão-2016 teve queda de 10%, aponta estudo



Em levantamento sobre o público e renda dos 12 maiores clubes de futebol no Campeonato Brasileiro do ano passado, o Itáu BBA aponta que a média de público nos jogos teve uma queda de 9% em relação a 2015 (16,7 mil contra 15,2 mil). Já em relação ao tícket médio, o banco cita uma queda de apenas 4% mas ressalta que a redução é ainda maior, de 10%, se os valores passados forem corrigidos pela inflação com base no IPCA.

Nos comentários sobre o levantamento, a instituição financeira explica que “com a soma da queda de público e tícket, a receita foi menor, em termos reais, em 18%”.

No ranking dos clubes com os maiores tíckets médio no Brasileirão 2016, o Palmeiras liderou com valor em torno de R$ 68, seguido por Flamengo (R$ 56), Corinthians (R$ 53) e Santos (R$ 37). O Itaú BBA ressalta a influência do desempenho dos times nos valores, onde entre os quatro maiores tíckets médio estão os três primeiros colocados da competição no ano passado (Palmeiras, Santos e Flamengo).

 



MaisRecentes

Ana Paula Oliveira vê árbitro de vídeo como ajuda e confia em bom treinamento



Continue Lendo

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo