Tícket médio dos jogos do Brasileirão-2016 teve queda de 10%, aponta estudo



Em levantamento sobre o público e renda dos 12 maiores clubes de futebol no Campeonato Brasileiro do ano passado, o Itáu BBA aponta que a média de público nos jogos teve uma queda de 9% em relação a 2015 (16,7 mil contra 15,2 mil). Já em relação ao tícket médio, o banco cita uma queda de apenas 4% mas ressalta que a redução é ainda maior, de 10%, se os valores passados forem corrigidos pela inflação com base no IPCA.

Nos comentários sobre o levantamento, a instituição financeira explica que “com a soma da queda de público e tícket, a receita foi menor, em termos reais, em 18%”.

No ranking dos clubes com os maiores tíckets médio no Brasileirão 2016, o Palmeiras liderou com valor em torno de R$ 68, seguido por Flamengo (R$ 56), Corinthians (R$ 53) e Santos (R$ 37). O Itaú BBA ressalta a influência do desempenho dos times nos valores, onde entre os quatro maiores tíckets médio estão os três primeiros colocados da competição no ano passado (Palmeiras, Santos e Flamengo).

 



MaisRecentes

Flamengo é o primeiro clube brasileiro a ultrapassar os 25 milhões em redes sociais



Continue Lendo

Torcedor do Flamengo tem problemas com mudança do local da final da Libertadores



Continue Lendo

Procura por voos para Lima, local da final da Libertadores, aumenta quase 3.000%



Continue Lendo