CBF vai ampliar colégio eleitoral e número de vices



Marco Polo Del Nero (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Marco Polo Del Nero preside a CBF (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

A CBF vai colocar em votação nesta quinta-feira, em assembleia com as federações na sede da entidade, o novo estatuto. O documento, formulado após longa discussão pelo Comitê de Reformas da entidade, trará, entre outros itens novos, a inclusão dos clubes da Série B no colégio eleitoral da CBF. A alteração atende à modificação na Lei Pelé trazida pelo Profut. Além disso, o estatuto prevê o aumento do número de vice-presidentes da CBF, saltando de cinco para oito.

Vale lembrar que a eleição do Coronel Nunes como vice da CBF já foi feita com colégio eleitoral aumentado, porque a lei já estava em vigor. Mas ainda restava o acerto no estatuto.

Vários presidentes de federação passaram a quarta-feira na sede da CBF para tomar conhecimento do novo estatuto, que vai para votação a partir das 11h. A proposta foi explicar ao máximo, para que não fosse dada a desculpa de que o texto foi empurrado “goela abaixo” das entidades. Alguns ficaram preocupados com a mudança no colégio eleitoral. Outros acham desnecessário tantos vices.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo