Justiça afasta Coaracy Nunes da presidência da CBDA



O presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Coaracy Nunes, foi afastado do cargo pela Justiça em ação impetrada pela Federação Aquática do Rio de Janeiro. Em decisão emitida na noite desta quarta-feira pela juíza Dra. Simone Gastesi Chevrand, da 25ª Vara Cível do Rio, o atual mandato do dirigente que está há 29 anos na presidência da entidade foi encerrado no último dia 9 de março e qualquer decisão tomada desde então será anulada.

A decisão é mais um imbróglio na Justiça envolvendo a CBDA, cuja eleição para escolher seu novo presidente foi adiada por decisão judicial. O pleito estava marcado para o último dia 18 mas não ocorreu após um grupo de atletas recorrer na Justiça da mudança estatutária que reduziu o poder de voto da categoria na eleição.

Na decisão, a juíza nomeou o Dr. Gustavo Licks como “administrador provisório” da entidade até a nova eleição para escolher a diretoria da CBDA.

Veja abaixo trecho da decisão emitida pela juíza.

Ação - CBDA



MaisRecentes

Restituição crescente de verba dá ‘gás’ para Ministério do Esporte lutar por orçamento



Continue Lendo

Vadão está de volta à Seleção Brasileira feminina



Continue Lendo

Árbitro da final da Copa do Brasil é cruzeirense. Mas isso não tem a ver com futebol



Continue Lendo