CBF quer realizar testes antidoping da Conmebol no laboratório do Rio



A CBF levou à Conmebol uma proposta para passar a realizar os testes antidoping das competições sul-americanas, como a Libertadores, no Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem (LBCD), no Rio. Atualmente, os exames são realizados em Bogotá, na Colômbia. Um ponto a favor é o fato do laboratório colombiano estar descredenciado junto à agência mundial antidoping (Wada).

O LBCD também está com as atividades paradas mas o caso é visto como mais simples para ser resolvido já que a irregularidade junto à Wada refere-se ao Tribunal Antidoping e não ao laboratório.

No último Congresso de médicos da Conmebol, o presidente da comissão de médicos da CBF, Jorge Pagura, e o presidente da comissão de controle de doping, Fernando Solera, apresentaram a proposta aos representantes da entidade sul-americana para trazer os testes antidoping para o Brasil.

– É o momento de darmos o bote. Não falamos em valor, mas a oferta foi feita ressaltando as qualidades do laboratório brasileiro – afirmou Solera, que também é diretor médico da Conmebol.



MaisRecentes

Diretor da Chape compara permanência na Série A a título da Champions League



Continue Lendo

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo