CBF quer realizar testes antidoping da Conmebol no laboratório do Rio



A CBF levou à Conmebol uma proposta para passar a realizar os testes antidoping das competições sul-americanas, como a Libertadores, no Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem (LBCD), no Rio. Atualmente, os exames são realizados em Bogotá, na Colômbia. Um ponto a favor é o fato do laboratório colombiano estar descredenciado junto à agência mundial antidoping (Wada).

O LBCD também está com as atividades paradas mas o caso é visto como mais simples para ser resolvido já que a irregularidade junto à Wada refere-se ao Tribunal Antidoping e não ao laboratório.

No último Congresso de médicos da Conmebol, o presidente da comissão de médicos da CBF, Jorge Pagura, e o presidente da comissão de controle de doping, Fernando Solera, apresentaram a proposta aos representantes da entidade sul-americana para trazer os testes antidoping para o Brasil.

– É o momento de darmos o bote. Não falamos em valor, mas a oferta foi feita ressaltando as qualidades do laboratório brasileiro – afirmou Solera, que também é diretor médico da Conmebol.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo