Jogo do São Paulo contra o Botafogo-SP terá renda penhorada



O jogo entre São Paulo e Botafogo-SP nesta quarta-feira, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP), terá parte da renda penhorada pela Justiça por conta de ação contra o time do interior impetrada pelo volante Moradei (ex-Corinthians). No processo, foi solicitado a penhora tanto da cota de TV do Botafogo-SP quanto a retenção de 30% da renda das bilheterias dos jogos que da equipe como mandante. O valor a ser depositado pelo clube de Ribeirão é de R$ 180 mil.

A ação teve origem por falta de pagamento de salários e depósitos de FGTS por mais de três meses para Moradei. O jogador e a diretoria do Botafogo-SP chegaram a um acordo para o pagamento de R$ 140 mil que seriam pagos em 14 parcelas. Entretanto, o clube realizou apenas os dois primeiros pagamentos. Um ofício foi entregue à Federação Paulista de Futebol (FPF) para que o valor da arrecadação com a partida seja depositado ao atleta.

Veja abaixo o ofício entregue à FPF e a posição do Botafogo-SP sobre o caso.

Ação - Botinha

 

“A diretoria do Botafogo comunica que a renda da partida contra o São Paulo, que será realizada nesta quarta-feira (22), às 21h45, no Estádio Santa Cruz, poderá não ser penhorada. O clube havia sido notificado anteriormente para que a arrecadação com a venda de ingressos fosse transferida para o pagamento de dívida trabalhista com o jogador Daniel Moradei de Almeida (Moradei), porém o departamento jurídico do Botafogo tenta contornar essa decisão.

O clube e o advogado do atleta estão em tratativa para que o pagamento seja executado até o final do mês de abril. O volante Moradei defendeu o Botafogo durante o Campeonato Paulista de 2016. Botafogo FC”. 

Nota atualizada às 18h21



  • João Paulo Gaspar

    O sujeito principal no caso é o Botafogo, não o SP… Título tendencioso! O jogo sempre usa o mandante como primeiro citado.

    • EDILSON SILVA

      Time gigante tem tratamento diferenciado,obvio.

  • MR54

    Torcida do Botafogo, ajude seu time, LOTE O ESTADIO !!!

  • LUIZÃO

    É só botar 50 mil ribeirãpretanos no gigante Estádio Santa Cruz, que os 180 mil não vão fazer nem cócegas.

MaisRecentes

Intervalo entre jogos no STJD? Fenapaf promete vigiar quem voltar das seleções



Continue Lendo

Crefisa é responsável por quase 20% da verba de patrocínios no futebol brasileiro



Continue Lendo

Deputados querem ‘estreitar relação’ com a CBF para debater leis do futebol



Continue Lendo