Jogador cita casos de Petros e Dudu para voltar aos gramados após agredir juiz



O zagueiro Ferreira tenta reduzir sua pena para voltar aos gramados após ser suspenso por 180 dias por agredir o árbitro e um companheiro do Guarani na final da Série C contra o Boa Esporte, em novembro do ano passado.

Na próxima quinta, o advogado do atleta irá ao STJD despachar uma série de documentos para que o jogador possa voltar a atuar. A equipe de defesa do atleta tenta compará-lo aos casos de Petros (ex-Corinthians) e Dudu (Palmeiras), que tiveram as penas reduzidas após suspensão semelhante de 180 dias.

Além disso, a equipe de Ferreira levará uma proposta feito pelo Guarani para o zagueiro voltar a defender o clube na Série B do Brasileiro, que começa antes do fim de sua punição.

Inscrito no Paulistão pelo Mirassol, Ferreira tem apenas treinado no time do interior para manter a forma física e segundo seu empresário, Fábio Bombardi, ele tem enfrentado dificuldades financeiras por conta do caso.

Veja abaixo o lance em que Ferreira foi suspenso.



MaisRecentes

Conselheiros do Palmeiras cobram diretor de futebol Alexandre Mattos



Continue Lendo

No Dia do Professor, COB abre inscrições para curso de iniciação esportiva



Continue Lendo

Mau desempenho do time afeta Maurício Galiotte no comando do Palmeiras



Continue Lendo