Sindicato de Atletas promete ação contra limite de idade no Paulista e FPF rebate



O Sindicato de Atletas Profissionais de São Paulo (Sapesp) promete entrar com nova ação na Justiça contra a Federação Paulista. Após tentar paralisar o Estadual por causa de atrasos salariais, em processo que corre na Justiça do Trabalho, a Sapesp diz que tentará, por medida judicial, pôr fim ao limite de 23 anos para os atletas que atuam na 4ª divisão do Paulista (Série B). Segundo o sindicato, a regra favorece o desemprego da categoria.

Contatada sobre a iniciativa do sindicato, a FPF diz que o limite de idade na competição foi uma decisão tomada pelos clubes no Conselho Técnico do torneio, e que a medida “incentiva a formação de novos atletas”. A entidade ainda rebate a Sapesp dizendo que trabalha para “fomentar o futebol” enquanto que o sindicato “passa por cima dos interesses dos atletas e atua para que seus advogados conquistem novos clientes”.

Veja abaixo a posição da FPF enviada à coluna sobre o caso.

“A decisão de ter jogadores abaixo de 23 anos foi tomada pelos clubes da Segunda Divisão, em Conselho Técnico realizado no dia 2/2/2017. A medida incentiva a formação de novos atletas e o fomento do futebol paulista como um todo.

Os objetivos da FPF e do sindicato são realmente distintos. Nós trabalhamos para fomentar o futebol e para que os atletas recebam seus salários, enquanto o sindicato passa por cima dos interesses dos atletas e atua para que seus advogados conquistem novos clientes.”



MaisRecentes

Permanência de Diego Souza ajudou a estabilizar pressão no São Paulo



Continue Lendo

Caso “HD do Vasco” pode terminar com nova eleição. Correntes políticas já se movimentam



Continue Lendo

Rodrigo Caetano está por detalhes para fechar com o Internacional



Continue Lendo