‘Plano Drogba’ envolvia amistoso na Costa do Marfim, volta da camisa laranja e estreia contra Palmeiras



A diretoria do Corinthians já tinha um plano de marketing montado para colocar em prática caso o atacante marfinense Didier Drogba aceitasse a proposta para atuar pelo clube nesta temporada. O planejamento para a que seria a principal contratação do clube no ano envolveu até a Nike, parceira corintiana no fornecimento de material esportivo e que patrocina o jogador. Segundo informações da coluna, a empresa conversou com representantes de Drogba propondo ações sociais para o instituto que o atleta mantém na África.

Já o departamento de marketing do Corinthians pretendia realizar um amistoso na Costa do Marfim para arrecadar fundos para o projeto de Drogba no continente. Além disso, a camisa laranja, uniforme número 3 que foi utilizado na temporada de 2015, seria retomado pelo clube com uma bandeira do país africano em referência ao atleta já que a cor também é utilizada pela seleção do atacante.

A última iniciativa projetada pela diretoria corintiana era fazer a estreia de Drogba no clássico contra o Palmeiras, na semana passada. A escolha do jogo seria uma referência ao primeiro gol de Ronaldo Fenômeno com a camisa alvinegra, empatando o clássico realizado em Presidente Prudente, em 2009, em sua segunda partida pelo clube.

Apesar do plano, a proposta recusada por Drogba gerou várias críticas à diretoria do Corinthians por conta de uma nota oficial publicada no site em que o clube agradecia o jogador pelas negociações com a frase “Valeu Drogba”, que foi utilizada pelos torcedores rivais em memes e redes sociais.



MaisRecentes

Rodrigo Caetano surge como opção caso Alexandre Mattos deixe o Palmeiras



Continue Lendo

Caso vire empresa, investidores podem quitar dívida do Botafogo em até cinco anos



Continue Lendo

Conselheiros do Vasco vão pedir explicação formal a Campello sobre recusa a novos sócios



Continue Lendo