Cidades vão pressionar CBF para retomar jogos nas arenas da Copa-2014



Representantes de Brasília, Natal e Manaus têm se unido para pressionar a CBF na tentativa de retomar a realização de jogos do Brasileirão em suas arenas construídas para a Copa-2014. A iniciativa ocorre após a entidade vetar, em medida aprovada pela maioria dos clubes, que partidas sejam realizadas fora do estado do time mandante.

– Tenho conversado com a CBF para que seja convocada outra reunião com os clubes visando uma medida mais flexível – afirmou Jaime Recena, secretário de Esporte, Turismo e Lazer do Distrito Federal, que diz que irá contatar representantes de outras cidades para aderir à campanha “Libera CBF” que foi lançada nesta semana, em Brasília.

O secretário do DF aponta duas medidas que poderiam tornar a nova regra da CBF para o Brasileirão mais flexível: permitir a realização de jogos em outros estados apenas no 1º turno ou até a 30ª rodada; ou a necessidade dos clubes apresentarem dois locais que pretendem realizar seus jogos antes do início da competição.

– A decisão foi muito equivocada e radical, e vai prejudicar os estádios da Copa e os torcedores – comentou Recena.

As arenas de Cuiabá, Manaus e Natal, e o Estádio Nacional de Brasília são os locais que mais têm dependido de jogos de times de outros estados para se sustentarem financeiramente.

Em Brasília, por exemplo, foram 67 eventos realizados no ano passado, sendo 27 deles jogos de futebol, que geraram uma arrecadação de R$ 1,7 milhão.



  • celso porto

    celso porto ; o flamengo sustenta todo o brasil da-lhe mengão

  • celso porto

    vai flamemgo

MaisRecentes

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo

Botafogo deixa a Libertadores com R$ 13,4 milhões pela participação



Continue Lendo

Empresa explica saída do Brasil do Tour da Taça da Copa do Mundo



Continue Lendo