Atletas entram com ação contra CBDA para manter peso do voto na eleição da entidade



Três atletas entraram com ação na Justiça contra a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) para tentar manter o poder da categoria na eleição para presidente da entidade, que está marcada para o próximo dia 18.

Entre os autores da ação estão dois atletas que disputaram os Jogos Rio-2016: a nadadora Joanna Maranhã e a jogadora de pólo aquático Camila Pedrosa. Também assina a ação o nadador Rodrigo Modena Munhoz.

Os atletas acionaram a Justiça do Rio de Janeiro para tentar reverter a mudança no estatuto que diminui o poder de voto dos atletas nas eleições da CBDA.

Em assembleia polêmica realizada em setembro do ano passado, o peso de voto da categoria, que antes era igual ao de uma federação, foi reduzido para 1/6 das entidades. Distribuída na semana passada, a ação corre em regime de urgência e a expectativa é que o juiz dê um parecer nos próximos dias.



MaisRecentes

No Dia do Professor, COB abre inscrições para curso de iniciação esportiva



Continue Lendo

Mau desempenho do time afeta Maurício Galiotte no comando do Palmeiras



Continue Lendo

Possibilidade de apoio de Euriquinho gera desconforto no grupo Sempre Vasco



Continue Lendo