Candidato da oposição no São Paulo quer Abílio para negociar dívida com bancos



Apoiado por Abílio Diniz na campanha para presidente do São Paulo, José Eduardo Mesquita Pimenta diz não esperar por aporte financeiro do empresário caso vença as eleições, em abril. Mas diz contar com a ajuda do ilustre são-paulino para atuar nas negociações com os bancos.

– Com a força e o poderio que ele tem, podemos negociar contratos em melhores condições, com prazos mais longos e juros mais convenientes – disse Pimenta, na inauguração de seu comitê de campanha, no meio da semana.

A ideia do candidato de oposição do São Paulo de contar com o empresário Abílio Diniz para atuar junto aos bancos deve-se à dívida de cerca de R$ 160 milhões junto às instituições financeiras, segundo análise do Itaú BBA divulgada no ano passado. O valor corresponde a mais da metade da dívida do clube do Morumbi.



MaisRecentes

Pedro Abad pode deixar o comando do Fluminense ainda em 2018



Continue Lendo

Contratação de Felipe Melo pelo Flamengo faz parte de ‘presente de Natal’ pedido por Abel Braga



Continue Lendo

Após confirmação de Valentim em 2019, goleiro Martín Silva deve sair do Vasco



Continue Lendo