Manifesto da oposição chama diretoria do São Paulo de amadora e incompetente



O candidato da oposição na disputa pela presidência do São Paulo, José Eduardo Mesquita Pimenta, divulgou na tarde desta sexta-feira o manifesto “Volta, Pimenta”. O documento é assinado por vários conselheiros de diferentes grupos políticos contrários à atual gestão de Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, e exalta feitos do candidato de quando presidiu o clube do Morumbi, como a conquista do bicampeonato mundial de clubes, no início da década de 90.

Sob o título “Por um São Paulo Unido e Vencedor”, o manifesto aponta que divergências e discordâncias foram deixadas de lado e que o grupo tem o apoio de mais de uma centena de conselheiros. Entre os signatários do documento estão José Roberto Ópice Blum, antes tido como favorito para disputar o pleito pela oposição e que assina como coordenador geral da campanha, Antônio Donizeti Gonçalves e Dorival José Decoussau, que foram, respectivamente, vice-presidente e diretor na gestão de Carlos Miguel Aidar.

O manifesto pede ainda um fim ao “amadorismo, incompetência, falta de transparência e atraso” na administração do clube. A crítica da campanha de oposição ocorre na semana em que a gestão de Leco lançou o Portal da Transparência para a divulgação de documentos e balanços do clube.

Veja abaixo o manifesto divulgado pela oposição do São Paulo:

manifesto_assinado-(1).pdf



MaisRecentes

Campanha ajuda Fortaleza a trazer de volta atacante Osvaldo



Continue Lendo

Ferj se surpreende com informalidade da prefeitura do Rio de Janeiro



Continue Lendo

Elenco do Palmeiras pede por Deyverson, Felipão dá chance, mas diretoria quer negociá-lo



Continue Lendo