Manifesto da oposição chama diretoria do São Paulo de amadora e incompetente



O candidato da oposição na disputa pela presidência do São Paulo, José Eduardo Mesquita Pimenta, divulgou na tarde desta sexta-feira o manifesto “Volta, Pimenta”. O documento é assinado por vários conselheiros de diferentes grupos políticos contrários à atual gestão de Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, e exalta feitos do candidato de quando presidiu o clube do Morumbi, como a conquista do bicampeonato mundial de clubes, no início da década de 90.

Sob o título “Por um São Paulo Unido e Vencedor”, o manifesto aponta que divergências e discordâncias foram deixadas de lado e que o grupo tem o apoio de mais de uma centena de conselheiros. Entre os signatários do documento estão José Roberto Ópice Blum, antes tido como favorito para disputar o pleito pela oposição e que assina como coordenador geral da campanha, Antônio Donizeti Gonçalves e Dorival José Decoussau, que foram, respectivamente, vice-presidente e diretor na gestão de Carlos Miguel Aidar.

O manifesto pede ainda um fim ao “amadorismo, incompetência, falta de transparência e atraso” na administração do clube. A crítica da campanha de oposição ocorre na semana em que a gestão de Leco lançou o Portal da Transparência para a divulgação de documentos e balanços do clube.

Veja abaixo o manifesto divulgado pela oposição do São Paulo:

manifesto_assinado-(1).pdf



MaisRecentes

Clube da China deve fazer proposta ao Palmeiras para contratar Deyverson



Continue Lendo

Bittencourt é o primeiro presidente do Fluminense a apresentar dirigentes da base em Xerém



Continue Lendo

Pela primeira vez, desde que assumiu a CBF, Rogério Caboclo participará de um programa ao vivo



Continue Lendo