Del Nero fez acordo político por comando da arbitragem da Conmebol



A escolha do brasileiro Wilson Seneme para ser presidente da Comissão de Arbitragem da Conmebol não foi por acaso, contou o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero. Segundo o dirigente, a conversa na entidade era fazer uma composição política para que o Brasil tivesse uma das vice-presidências da entidade.

Mas Del Nero disse que recusou para pedir o comando do apito continental.

– Eu sei que meus árbitros são honestos – argumentou o atual presidente da CBF, que foi “chefe” de Seneme na Federação Paulista.

Marco Polo ainda elogiou a gestão Alejandro Domínguez, que assumiu após a prisão de Juan Ángel Napout.

– Hoje estamos vendo uma Conmebol diferente. A cada dia que passa está melhor – analisou.

Wilson Seneme substituiu o paraguaio Carlos Alarcón no comando da arbitragem continental. Alarcón estava desde os tempos de Nicolás Leoz.



  • ALESSANDRO MOTTA

    Agora só falta o Del Nero ser preso e essa indicação dele não me cheira coisa boa!!!!

  • SÓ QUEM É DESONESTO É VOCÊ DEL NERO QUE NÃO TEM CORAGEM DE SAIR DO BRASIL PORQUE SABE QUE SERÁ PRESO POR CORRUPÇÃO ATIVA!! UMA VERGONHA O FUTEBOL BRASILEIRO ESTAR SENDO DIRIGIDO POR PESSOAS DA SUA ESPÉCIE!! PRECISAMOS URGENTE DE UMA LAVA-JATO NO FUTEBOL BRASILEIRO !!!

  • cupido

    Parabéns Del Nero.
    Finalmente agora vamos ter uma arbitragem decente na conmebol

  • jorge fernando

    Quando esse cara vai tá em canA?

MaisRecentes

Clubes citam preocupação com uso de vídeo sem testes na Libertadores



Continue Lendo

Apfut ajusta regra que trata de antecipação de receitas



Continue Lendo

CBF quer iniciar em agosto concorrência pelos direitos de TV da Seleção



Continue Lendo