Del Nero fez acordo político por comando da arbitragem da Conmebol



A escolha do brasileiro Wilson Seneme para ser presidente da Comissão de Arbitragem da Conmebol não foi por acaso, contou o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero. Segundo o dirigente, a conversa na entidade era fazer uma composição política para que o Brasil tivesse uma das vice-presidências da entidade.

Mas Del Nero disse que recusou para pedir o comando do apito continental.

– Eu sei que meus árbitros são honestos – argumentou o atual presidente da CBF, que foi “chefe” de Seneme na Federação Paulista.

Marco Polo ainda elogiou a gestão Alejandro Domínguez, que assumiu após a prisão de Juan Ángel Napout.

– Hoje estamos vendo uma Conmebol diferente. A cada dia que passa está melhor – analisou.

Wilson Seneme substituiu o paraguaio Carlos Alarcón no comando da arbitragem continental. Alarcón estava desde os tempos de Nicolás Leoz.



  • ALESSANDRO MOTTA

    Agora só falta o Del Nero ser preso e essa indicação dele não me cheira coisa boa!!!!

  • SÓ QUEM É DESONESTO É VOCÊ DEL NERO QUE NÃO TEM CORAGEM DE SAIR DO BRASIL PORQUE SABE QUE SERÁ PRESO POR CORRUPÇÃO ATIVA!! UMA VERGONHA O FUTEBOL BRASILEIRO ESTAR SENDO DIRIGIDO POR PESSOAS DA SUA ESPÉCIE!! PRECISAMOS URGENTE DE UMA LAVA-JATO NO FUTEBOL BRASILEIRO !!!

  • cupido

    Parabéns Del Nero.
    Finalmente agora vamos ter uma arbitragem decente na conmebol

  • jorge fernando

    Quando esse cara vai tá em canA?

MaisRecentes

Corinthians renegocia todos os contratos da Arena para reduzir custos



Continue Lendo

Clubes da Série A não poderão mais mandar jogos fora do estado de origem



Continue Lendo

Com premiações, patrocínio da Caixa ao Flamengo pode chegar a R$ 30 milhões



Continue Lendo