Premiação da Copa do Nordeste triplica em cinco anos



A Copa do Nordeste 2017 distribuirá um total de R$ 18,5 milhões em premiações aos 20 times participantes da competição. O valor é praticamente o triplo do que foi pago na edição de 2013, ano em que o torneio regional voltou a fazer parte do calendário da CBF, quando foi distribuído um total de R$ 6,8 milhões. O campeão da Copa do Nordeste deste ano levará um total de R$ 2,85 milhões.

Já o formato da edição da Copa do Nordeste para 2018 foi definido em reunião no início da semana na sede da CBF. Apesar da proposta para que as vagas para o torneio passassem a ser definidas pelo ranking nacional de clubes, o principal caminho para participar da competição continuará sendo os estaduais. A manutenção dessa regra foi muito defendida no encontro pelo presidente da Federação Baiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues.

Outra definição da reunião foi que a Copa do Nordeste continuará sendo disputada em paralelo aos campeonatos estaduais, mas com os jogos sendo realizados durante a semana. Os únicos jogos que ocorrerão em final de semana são as duas partidas das finais, que ocorrerão no domingo.



  • Raider Lopes Martins

    Mais do que justo. Aliás, essa é a lógica de um time poder disputar uma Copa, que é pelo desempenho que ele teve nos Campeonatos que disputa. Classificação via ranking apenas desvaloriza um torneio dando a entender que somente equipes de primeira escala podem disputar. E sem contar que a média de público é muito boa (4500 por jogo), sendo infinitamente superior aos Estaduais Nordestinos (2000 por jogo).

    Não seria exagero dizer que a Copa do Nordeste poderia voltar a ser um campeonato como foi em 2002, com até divisão de acesso.

MaisRecentes

Ana Paula Oliveira vê árbitro de vídeo como ajuda e confia em bom treinamento



Continue Lendo

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo