Premiação da Copa do Nordeste triplica em cinco anos



A Copa do Nordeste 2017 distribuirá um total de R$ 18,5 milhões em premiações aos 20 times participantes da competição. O valor é praticamente o triplo do que foi pago na edição de 2013, ano em que o torneio regional voltou a fazer parte do calendário da CBF, quando foi distribuído um total de R$ 6,8 milhões. O campeão da Copa do Nordeste deste ano levará um total de R$ 2,85 milhões.

Já o formato da edição da Copa do Nordeste para 2018 foi definido em reunião no início da semana na sede da CBF. Apesar da proposta para que as vagas para o torneio passassem a ser definidas pelo ranking nacional de clubes, o principal caminho para participar da competição continuará sendo os estaduais. A manutenção dessa regra foi muito defendida no encontro pelo presidente da Federação Baiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues.

Outra definição da reunião foi que a Copa do Nordeste continuará sendo disputada em paralelo aos campeonatos estaduais, mas com os jogos sendo realizados durante a semana. Os únicos jogos que ocorrerão em final de semana são as duas partidas das finais, que ocorrerão no domingo.



  • Raider Lopes Martins

    Mais do que justo. Aliás, essa é a lógica de um time poder disputar uma Copa, que é pelo desempenho que ele teve nos Campeonatos que disputa. Classificação via ranking apenas desvaloriza um torneio dando a entender que somente equipes de primeira escala podem disputar. E sem contar que a média de público é muito boa (4500 por jogo), sendo infinitamente superior aos Estaduais Nordestinos (2000 por jogo).

    Não seria exagero dizer que a Copa do Nordeste poderia voltar a ser um campeonato como foi em 2002, com até divisão de acesso.

MaisRecentes

Conmebol anunciará veredito do Flamengo na segunda semana de janeiro



Continue Lendo

Presidência da Primeira Liga fica com o América-MG; vice é do Paraná



Continue Lendo

Botafogo recupera certificado de clube formador da CBF



Continue Lendo