Para Citadini, presidente do Corinthians errou ao assinar contrato antes da votação do impeachment



Membro da comissão criada para apurar irregularidades na Arena Corinthians, o conselheiro Antônio Roque Citadini diz que o presidente do clube, Roberto de Andrade, errou ao ter assinado um novo contrato para o estádio às vésperas da votação que pode tirar o mandatário do comando do Corinthians.

Na semana passada, o clube anunciou acordo com a empresa Indigo para ser a nova responsável pelo estacionamento do estádio no lugar da Omni.

– Ele deveria ter esperado o dia 20 pelo menos – comentou o conselheiro que faz oposição à atual gestão.

Segundo Citadini, a comissão também ainda não conseguiu apurar se a rescisão do acordo com a Omni foi realmente rescindido. O fato de ter assinado contrato com uma nova empresa tem aumentado a pressão sobre Andrade entre os conselheiros.

– Há dúvidas sobre o fim desse acordo – afirmou.



MaisRecentes

FPF e LaLiga assinam acordo inédito de cooperação



Continue Lendo

Flamengo é o primeiro clube brasileiro a ultrapassar os 25 milhões em redes sociais



Continue Lendo

Torcedor do Flamengo tem problemas com mudança do local da final da Libertadores



Continue Lendo