Para dar licença, CBF exige certificado que três clubes da Série A ainda não têm



O novo Regulamento de Licença de Clubes, publicado nesta quinta-feira pela CBF, traz como uma das exigências para concessão do aval para participação nas competições da entidade um requisito que três dos 20 clubes atualmente na Série A ainda não têm: o certificado de clube formador.

Vasco, Atlético-GO e Chapecoense são os clubes da Primeira Divisão que não estão na lista de formadores certificados pela CBF.

A emissão do certificado de clube formador é prevista na Lei Pelé e serve como atestado da entidade que regula o futebol nacional de que determinada agremiação preenche os requisitos – técnicos e estruturais – para formar jogadores.

A exigência do certificado aparece como um dos critérios desportivos para a concessão da licença por parte da CBF, requisito para participação na Série A de 2018 e também nas competições continentais a partir do mesmo ano. O processo começará pela Primeira Divisão e avançará gradativamente até a Série D, em 2021. Anualmente, a CBF vai divulgar os critérios específicos aplicáveis a cada série do Brasileirão.

As sanções aos clubes que não cumprirem os itens do regulamento são: advertência, multa pecuniária, estabelecimento de uma obrigação de fazer, retenção de cotas e premiações, proibição de registro e transferência de atletas, vedação de registro de novos contratos e, por fim, denegação ou revocação da licença.

ERRATA

Inicialmente, publicamos que o Internacional não tinha o certificado de clube formador. Mas o Colorado obteve o documento no dia 24 de janeiro. O nome do time gaúcho, no entanto, não aparece na lista presente no site da CBF, cuja última atualização foi em dezembro. E isso acabou induzindo o blog ao erro. Pedimos desculpas ao clube e ao leitor.

Vitória e Avaí foram outros dois clubes que tinham sido ignorados pela relação pública da CBF, mas que já tinham resolvido as pendências internamente e receberam o certificado de clube formador.

CRITÉRIOS DESPORTIVOS RELATIVOS ÀS CATEGORIAS DE BASE

1 – Programa de desenvolvimento das categorias de base, com descrição dos objetivos, filosofia, organização, orçamento, capital humano e infraestrutura.

2- Equipes de categoria de base, com a recomendação de ter ao menos duas (sub-20, sub-17 e/ou sub-17), com participação em duas competições oficiais por ano.

3 – Coordenador do programa de desenvolvimento das categorias de base.

4 – Treinadores das categorias de base, com formação e certificação da CBF.

5 – Certificado de clube formador

CLUBES DA SÉRIE A SEM CERTIFICADO DE CLUBE FORMADOR

Atlético-GO
Chapecoense
Vasco

CLUBES DA SÉRIE A COM CERTIFICADO DE CLUBE FORMADOR
Avaí
Atlético-MG
Atlético-PR
Bahia
Botafogo
Corinthians
Coritiba
Cruzeiro
Flamengo
Fluminense
Grêmio
Palmeiras
Ponte Preta
Santos
São Paulo
Sport
Vitória



MaisRecentes

Na torcida por Cristiano Ronaldo, atacante João Carlos estará no banco do Flu neste sábado



Continue Lendo

Bioquímico que defendeu Guerrero pede que processos não sejam “inquisição moderna”



Continue Lendo

Palmeiras pode receber proposta pelo lateral Victor Luis



Continue Lendo