Dirigentes deixam de lado ideia de jogo da Seleção na Arena Pantanal



Dirigentes e autoridades do Mato Grosso, que estiveram nesta semana na CBF, deixaram um pouco de lado a ideia de tentar convencer a entidade a levar um jogo da Seleção Brasileira pelas Eliminatórias para a Arena Pantanal. O entendimento é que não adianta solicitar a presença da equipe de Tite se o estádio, usado na Copa-2014, não tem condições estruturais para receber a capacidade completa (cerca de 41 mil torcedores).

A Arena é responsabilidade do governo estadual, que não tem recursos para fazer as intervenções necessárias. Enquanto isso, o jeito é realizar jogos do campeonato local com capacidade reduzida (aproximadamente 10 mil pessoas).



MaisRecentes

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo

Fernanda Colombo deixa a arbitragem, lança livro e quer ser comentarista



Continue Lendo

Audiência pública promete pressionar políticos contra MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo