Por atraso de salários, sindicato de atletas quer paralisar o Paulistão



Suspender as competições oficiais no futebol paulista por conta de atrasos no pagamento de salários. É o que pretende o Sindicato dos Atletas de SP (Sapesp) em Ação Civil Pública ajuizada na Justiça do Trabalho de Campinas. A entidade diz ter feito nove denúncias ao Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-SP) ao longo do ano passado e notificado a Federação Paulista (FPF) sem ter obtido resposta.

O Sindicato adota como base para a ação a nova Lei do Profut, que prevê punições aos clubes e obriga as entidades a exigir os pagamentos. A Sapesp cita os casos do Batatais, que chegou às semifinais da Série A2 do Paulista com quatro meses de salários atrasados, e do Santo André, que subiu para a elite do futebol paulista e que também atrasou os pagamentos aos jogadores.

– Há mais de 15 anos estamos nessa batalha – afirmou o presidente do Sindicato, Rinaldo Martorelli, em vídeo divulgado no site da entidade.

Em relação à iniciativa da Sapesp, a FPF diz que “trabalha para que os atletas recebam os salários em dia” e que o vice-presidente de Integração com Atletas, o ex-jogador Mauro Silva, recebeu diversos relatos de atrasos, em 2016, e que “as pendências foram resolvidas”.

O juiz da Justiça do Trabalho de Campinas dará uma posição sobre o caso em audiência agendada para o próximo dia 9 de março.

Veja abaixo o posicionamento da FPF sobre o caso.

Diante da nota do Sapesp, a FPF esclarece que trabalha para que os atletas recebam os salários em dia. A Federação é a única entidade que possui um vice-presidente de Integração com Atletas, o tetracampeão Mauro Silva, de ilibado  currículo e que atua para resolver os problemas com os jogadores do Estado. Diversos casos de atrasos salariais foram relatados a Mauro Silva, que entrou em contato com os clubes, e as pendências foram resolvidas. Não temos o interesse em autopromoção midiática e, sim, em fomentar o futebol, fazer com que os salários sejam pagos em dia e todos os compromissos sejam cumpridos.



  • Lucas

    Quem são os clubes que estão em atrasos? É só tirar pontos deles ao invés de penalizar todos, e os times que estão em dia que culpa tem?

  • Jorge Guerreiro

    Safesp é sindicato dos árbitros dos atletas é Sapesp. Arruma aí estagiário.

  • Jorge Guerreiro

    Aliás tem que cancelar o campeonato e os clubes somente treinarem até os campeonatos realmente importantes. O Sindicato de Atletas do Estado de São Paulo tem que exigir o cancelamento do Campeonato do Estado de São Paulo.

  • silvio arruda garcia

    A campeonato é insiguinificante paralisação e piorar o que já é ruim e confuso, aliás os jogadores se sujeitam às condições para ir para um time grande e depois Europa, Ásia senão a vida segue na várzea comandada por traficantes e bicheiros.

  • Rosano Aparecido Santos

    Quer ver acabar com isso é deixar a entidade (federações) responsáveis pelo salários dos jogadores de seus filiados.
    Ela não pega porcentagem da bilheteria em todas as competições. Ela paga e depois cobrá os clubes na justiça sendo assim proteje o trabalhador (jogadores).

MaisRecentes

Ana Paula Oliveira vê árbitro de vídeo como ajuda e confia em bom treinamento



Continue Lendo

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo