Cade questiona canais esportivos em processo sobre monopólio da Globo



Os canais esportivos e seus contratos firmados com as operadoras de TV por assinatura entraram na mira do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para contribuírem no processo que apura possível monopólio do Grupo Globo nas transmissões de jogos de futebol no país. O órgão enviou um questionário aos canais SporTV, Premiere, ESPN e Fox Sports solicitando todos os contratos feitos pelas empresas desde 2012 com as distribuidoras Algar/CTBC, Embratel, GVT, Oi, Net e Sky.

Os canais terão até a próxima semana para enviarem os documentos ao Cade. A multa diária para a recusa ou atraso no envio dos contratos é de R$ 5 mil. Caso haja informações incorretas ou falsas nas declarações a punição aos canais pode chegar a R$ 5 milhões. O processo que apura monopólio do Grupo Globo nas transmissões do futebol brasileiro foi iniciado há um ano.



MaisRecentes

Gestão de associação coloca clubes de Santa Catarina na vanguarda do futebol



Continue Lendo

Internet e canais de filmes podem transmitir jogos do Brasileirão a partir de 2019



Continue Lendo

Zagueiro Igor Rabello pode deixar o Botafogo e se transferir para a Itália



Continue Lendo